• Artigos Saint-Gobain Canalização

Artigos Saint-Gobain Canalização

Válvulas Gaveta PAM: Utilização, acionamento e instalação

Enviado em 01 Outubro 2018, 15:25 PM

UTILIZAÇÃO

A válvula de gaveta que, na engenharia sanitária, é geralmente chamada de registro, é utilizada em canalizações que transportam água bruta ou tratada, sob pressão, à temperatura ambiente ou que não exceda 60°C. É uma válvula que não é recomendada para regulagem ou estrangulamento, por apresentar excessiva vibração e desgaste dos componentes nesta aplicação. Por sua concepção, é indicada a trabalhar somente em duas posições:

• Abertura total: Nesta posição, a perda de carga é desprezível. A cunha se aloja inteiramente na tampa da válvula, desobstruindo completamente a passagem e permitindo escoamento livre em todo o diâmetro nominal.

• Bloqueio total: A cunha se aloja sobre a superfície da sede de vedação situada no corpo da válvula, bloqueando completamente a passagem. Na válvula de gaveta com cunha metálica, a vedação se dá pelo contato dos anéis de vedação. Já na válvula de gaveta com cunha de borracha (resiliente), modelo EURO 20, a vedação acontece pelo contato dos elastômeros com a parede do corpo.

Normalização: As válvulas Saint-Gobain Canalização, fabricadas em ferro dúctil obedecem à norma brasileira NBR 12430 – Válvula Gaveta de Ferro Fundido Nodular e NBR 14968 – Válvula Gaveta de Ferro Fundido Nodular com Cunha Emborrachada – Requisitos.

 

FLANGES

Obedece às normas NBR 7675 e ISO 2531, nas seguintes classes: PN10, PN16 e PN25.

 

BOLSAS

As bolsas das válvulas série 14 e das válvulas série 15 com cunha metálica são do tipo junta elástica JE2GS, padronizadas pela NBR 13747, cujos anéis de borracha são padronizados pela NBR 7676.

As bolsas das válvulas com cunha de borracha, bem como as bolsas das válvulas com cunha metálica, são projetadas para ligação com tubos de ferro fundido dúctil (NBR 7675).

Nos DNs 100 a 300, as válvulas com bolsas são também compatíveis com tubos de PVC rígido, série DEFoFo (NBR 7665).

Um dos modelos de válvula com bolsas é destinado à ligação, por meio de anel apropriado fornecido com o registro, com tubos de PVC nos diâmetros externos de 60, 85 e 110 mm (NBR 5647).

 

TESTES NA FÁBRICA

Todas as válvulas fabricadas pela Saint-Gobain Canalização são 100% testadas. Os procedimentos adotados em nossa bancada de testes na fábrica, para os ensaios de estanqueidade e resistência mecânica do corpo quando submetido a pressões, estão de acordo com a norma NBR 12430 para válvulas de cunha metálica e NBR 14968 para válvulas de cunha de borracha.

Conforme a classe a que pertencem, as válvulas de gaveta Saint-Gobain Canalização atendem às seguintes pressões máximas de serviço e respectivas pressões de teste na fábrica.

Válvulas de Cunha Metálica

Classe PN

Pressão Máxima de Serviço

Pressão de Teste

Corpo

Sede de Vedação

MPa

MPa

MPa

4

0,4

0,6

0,4

6

0,6

0,9

0,6

10

1,0

1,5

1,0

16

1,6

2,4

1,6

25

2,5

3,7

2,5

 

Válvulas de Cunha de Borracha

Classe PN

Pressão Máxima de Serviço

Pressão de Teste

Corpo

Sede de Vedação

MPa

MPa

MPa

10

1,0

2,4

1,8

16

1,6

2,4

1,8

 

REVESTIMENTO

Todas as válvulas de cunha rígida são revestidas internamente e externamente, o que lhes confere resistência a ataques de ambientes corrosivos*. Já as válvulas com cunha de borracha (EURO 20) são revestidas interna e externamente com epóxi em pó, aplicado eletrostaticamente.

As válvulas de gaveta são, em geral, acionadas manualmente. O acionamento pode ser:

• Direto

• Direto com by-pass

• Por redutor e by-pass

* Para revestimentos especiais, consultar a Saint-Gobain Canalização.

 

A escolha do tipo de acionamento manual depende das pressões existentes na canalização: A pressão máxima de trabalho e o diferencial máximo de pressão a montante e a jusante suportado pela válvula na posição fechada. Em função das pressões a montante e a jusante e do diâmetro da válvula podemos definir o tipo de acionamento adequado.

A recomendação dos sistemas de acionamento manual direto, com by-pass ou com mecanismo de redução e by-pass, tem por objetivo diminuir os esforços necessários à operação da válvula de gaveta com cunha metálica.

Quando necessário, em função de manobras frequentes, comandos à distância ou manobras de abertura e fechamento com duração determinada, as válvulas de gaveta podem ter sua operação automatizada através da utilização de atuadores elétricos ou cilindros.

A seguir uma recomendação para o tipo de acionamento em função da pressão de trabalho e do diâmetro da válvula:

Obs.: Devido aos seus baixos torques de manobra, as válvulas de gaveta com cunha de borracha, tipo EURO 20, dispensam o uso de redutor ou by-pass nos DNs até 400mm, sendo fornecidas com acionamento direto.

 

TIPOS DE ACIONAMENTOS MANUAIS

 

 

 

SISTEMA DE MANOBRA PARA VÁLVULA EURO 20 ENTERRADA

 

1

TD5 ES

Tampa para registro com trava

2

Tubo Camisa

Tubo Camisa em Ferro Fundido DN100 referência PAM SMU (alternativamente confeccionado em PVC/PBA 100 mm)

3

Válvula

Válvula de Gaveta - EURO 20 (21, 23, 24 ou 25)

 

VÁLVULA EURO 20 COM ATUADOR ELÉTRICO

Para mais detalhes sobre acionamentos automáticos entre em contato com a Saint-Gobain Canalização.

 

INSTALAÇÃO

Em relação ao solo, as válvulas podem ser objeto de instalação na superfície, de forma subterrânea, sob tampões ou em caixas/câmaras de alvenaria. Já nas canalizações, podem figurar em quatro posições (conforme figuras abaixo):

• de pé, em canalização horizontal

• invertido, em canalização horizontal

• deitado, em canalização vertical

• de lado, em canalização vertical

Porém, a posição de pé é a mais aconselhável, devendo ser evitada as demais posições, principalmente nos diâmetros médios e grandes.

 

Esquemas de montagem:

 

IMPORTANTE: É preciso prever sempre a possibilidade de desmontagem e retirada de qualquer válvula ou aparelho para reparos, manutenção ou substituição. Um desses aparelhos para manutenção das válvulas é a Junta de Desmontagem Travada Axialmente (JDTA). Clique para mais informações sobre a JDTA.

Abaixo alguns esquemas de possíveis configurações de montagem de registros em canalizações flangeadas e canalização ponta e bolsa:

Canalizações flangeadas:

Abaixo um exemplo de montagem utilizando uma JDTA e válvula com flanges em canalização flangeada.

Canalizações ponta e bolsa:

• Válvula com flanges

Abaixo um exemplo de montagem com junta Gibault e válvula com flanges em canalização ponta e bolsa.